EN | PT

2020

As nossas interações mudaram abruptamente, e a gente tinha que pensar em como substituir esses encontros com as mulheres. Reuniões online não eram viáveis. Participar de uma ligação de vídeo tinha muito pouco a ver com a sensação de intimidade que vivíamos nos círculos. Ficamos nos perguntando o que fazer. Como nos manter conectadas de alguma forma ao longo desse tempo tão difícil?

Chegamos a duas soluções. Dois projetos que nos acompanharam ao longo do ano de 2020.

A produção de podcasts mensais que chamamos de Nodecast e a criação de uma Audio Novella, uma obra realizada aqui no bairro desde o roteiro até a gravação das vozes e edição de áudio.

Para fazer os Nodecasts nossa inspiração foi uma pergunta insistente: como manter acesa a lembrança que estávamos juntas e por perto? Precisávamos usar as ferramentas familiares e que atingissem o máximo de mulheres possíveis. Resolvemos pelo áudio e começamos a criar nosso próprios podcast locais. Sentimos que ouvir a voz uma das outras entrando na nossa casa e na nossa vida cotidiana gerava uma proximidade especial.

Mandamos um chamado com perguntas para as mulheres sobre como estavam vivenciando o isolamento e a pandemia e elas nos respondiam em mensagens de voz. A partir daí a gente editava as respostas num programa. Aí então aquilo que era só um áudio solto virava parte de uma peça maior, uma colcha de retalhos das nossas experiências. Ao final, é claro, a nossa tutora Tânia sempre retorna à cena para conectar o tema do episódio com um tema de tecnologia.

Já a Audio Novella vem de uma outra inquietação: quando nos conectamos profundamente com as mulheres do território entramos em contato também com as dores. Muitas dores de muitas mulheres. Tantas situações infelizmente tão comuns. Muitas de nós pisando o mesmo chão em silêncio.

Sentimos necessidade de falar a respeito dessas dores para além dos círculos. Decidimos então colocar no mundo uma história ficcional livremente inspirada nos tantos relatos partilhados. Num formato de novela de rádio de 5 episódios acompanhamos Sabrina, uma jovem habitante do Bairro do Souzas, numa saga de revelação e transmutação durante a tradicional semana de festas de Santa Rita.